ESTUDO DAS PROPRIEDADES DIELÉTRICAS E ELÉTRICAS DE EMULSÕES DE PETRÓLEOS DO NORTE CAPIXABA.

Resumo: As emulsões estáveis de água em óleo cru geradas durante a produção de petróleos podem causar diversos problemas, entre os quais, a dificuldade no tratamento primário de petróleos. Os tratadores eletrostáticos são ainda os equipamentos mais largamente adotados para a desemulsificação de óleo pesado. Sob as condições de desemulsificação eletrostática, a alta viscosidade e a pequena diferença de densidade entre a fase aquosa dispersa e a fase oleosa contínua são os desafios tecnológicos mais importantes. Diversos autores consideram que o principal efeito de um campo elétrico é facilitar os contatos das gotas induzidas pela atração dipolar. Os componentes polares pesados tais como asfaltenos formam um filme rígido na interface óleo/água que limita o fenômeno da coalescência. Em alguns casos as gotas de água não coalescem, mas formam um filme estável que limita a eficiência eletrostática do tratador. Diante do exposto, torna-se evidente a necessidade de estudos visando a implementação de metodologias para a determinação da constante dielétrica e condutividade elétrica em emulsões de petróleos. O conhecimento destas propriedades tanto em petróleo como nas suas emulsões será o principal indicativo do armazenamento da distribuição de energia durante o fenômeno da coalescência.

Data de início: 2011-08-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Colaborador Eustaquio Vinicius Ribeiro de Castro
Colaborador Cristina Maria dos Santos Sad
Coordenador Maria de Fatima Pereira dos Santos
Pesquisador Breno Nonato de Melo
Pesquisador Marcos Benedito José Geraldo de Freitas
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910