Análise de emulsões típicas da indústria do petróleo

Resumo: Na indústria do Petróleo emulsões de água em óleo estão presentes nas operações de produção e no setor de refino. Na produção o teor de água pode chegar até 60% em volume. Essas emulsões são, em geral, fluidos de comportamento não-Newtoniano, com viscosidade dependente da fração volumétrica da fase dispersa, da temperatura e da taxa de cisalhamento. Outros fatores, como tamanho da gota, distribuição do tamanho das gotas, a viscosidade e a densidade do óleo também influenciam no seu comportamento. Embora muito presente na indústria do Petróleo a caracterização de uma emulsão não é, ainda, trivial embora seja essencial. A caracterização e o conhecimento do comportamento de uma emulsão fornecem dados fundamentais para se evitar ao máximo sua formação, projetar equipamentos de separação mais eficientes e minimizar gastos energéticos e com produtos químicos, hoje essenciais para a separação das fases. Desta forma, esse projeto visa estudar o comportamento reológico de emulsões do tipo A/O, sua estabilização, microscopia e técnicas de separação. Espera-se com isso compreender quais são as variáveis e parâmetros, fundamentais para o processo de quebra destes tipos de emulsões, que possibilitem a proposição de modificação de internos em equipamentos destinados a esse processo.

Data de início: 2016-05-06
Prazo (meses): 36

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Ana Paula Meneguelo
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910