Egressos

Egressos:

O modelo de Formulário Google docs desenvolvido pela comissão de acompanhamento de egressos do programa foi enviado a 79 egressos.
O questionário contém 33 perguntas objetivas e 1 dissertativa. Este teve como objetivo identificar principalmente o campo de atuação profissional dos egressos e constatar a contribuição do programa para a formação de novos profissionais, pesquisadores e docentes na área de concentração do programa.

Dos 79 egressos apenas 37 responderam o questionário, totalizando assim uma amostra com a participação de 47% do total de egressos referente ao período de 2015 a 2019. Baseado nesta amostragem as seguintes conclusões podem ser apontadas.

Com respeito a área de atuação, foi verificado que 59,5% dos egressos estão atuando profissionalmente na área que tem relação com a sua formação acadêmica na pós graduação em energia.

Na avaliação do impacto do curso sobre o fortalecimento do profissional e o incentivo a novas capacitações foram atribuídas notas de 0 a 5. Do total de egressos, 48,6 % atribuíram nota 5; 29,7 % nota 4 e 16,2 % nota 3. Também, cabe destacar que do total de egressos, 78,3% atribuíram notas 4 e 5, demonstrando, portanto, o impacto significativo do curso na formação profissional e continuada dos egressos.

Em relação ao reconhecimento da importância do Programa para o desenvolvimento social e cultural da região de abrangência. Foi solicitado que os egressos atribuíssem nota de 0 a 5. Do total de egressos, 62,2 % atribuíram nota 5; 27,0 % nota 4 e 10,8 % nota 3. Ainda, cabe mencionar que do total de egressos, 89,2% atribuíram notas 4 e 5, evidenciando assim a forte contribuição do programa para o desenvolvimento regional.

Sobre o campo de atuação dos egressos, foi questionado em qual tipo de instituição os egressos desenvolvem suas atividades profissionais. Do total de egressos, 29,7% atuam em universidades públicas; 24,3% em instituições de ensino privadas; 18,9% no setor de administração pública; 24,3% em empresas privadas e 8,1% em instituições de pesquisa

No que diz respeito a região de atuação profissional dos egressos, foi questionado qual o local em que atuam profissionalmente. Do total de egressos, 73% atuam no Espírito Santo; 10,8% em outros estados da região sudeste; 5,4% na região nordeste do Brasil; 5,4% em outras regiões brasileiras e 5,4% em outro País. Desta forma, conclui-se que a maioria dos egressos atua no Estado do Espírito Santo. Tal constatação evidencia a forte contribuição do programa para o desenvolvimento da região onde este está inserido.

Na sequência pode-se destacar os exemplos de contribuição do programa para o desenvolvimento regional tendo em vista os diferentes campos de atuação profissionais em que atuam os egressos do programa.

ATUAÇÃO PROFISSIONAL NO ENSINO BÁSICO, SUPERIOR E NA PESQUISA

O programa mantém uma forte interação com o IFES (Instituto Federal do Espírito Santo), uma vez que Onze professores desta instituição cursaram Mestrado no programa (PPGEN).
Em 2019, do total de 94 egressos no programa, 11% atuam como docentes no IFES. Do total de 11 egressos, 100% destes atuam no ensino básico (ensino médio), 45% participam de grupos de pesquisa cadastrados no diretório do CNPq e 36% atuam como docentes em curso de pós-graduação Lato Sensu na área interdisciplinar do programa.

O Grupo de pesquisa formado pelos egressos é o NEPE. Informação detalhada pode ser encontrada no sítio eletrônico: https://nepeifessm.wixsite.com/nepe

O programa de pós graduação proposto pelos egressos é denominado de Programa de Pós-graduação Lato Sensu em Eficiência energética industrial. Dados adicionais podem ser encontrados no sitio eletrônico: https://ifes.edu.br/cursos/pos-graduacao/pos-graduacao-lato-sensu-em-efi...

Desta forma, constata-se que diversos professores do IFES de São Mateus, principalmente do curso de eletrotécnica, consideram a proposta do curso mestrado em Energia como uma oportunidade de complementação da sua formação acadêmica. Pode-se citar os professores Wilson Obed Emmerich, Adriano Nardoto, Carlos Coutinho, Tiago Venturini e Jardel Merlin Faria que realizaram pesquisas durante o mestrado em temas sobre células fotovoltaicas. Também, destaca-se a participação dos egressos Adriano Nardoto e Tiago Venturini como profissionais empreendedores no mercado de instalação de painéis solares.

Ainda em destaque, o egresso Aluísio Ramos da Paixão que é atualmente diretor do IFES mantendo uma relação cordial de cooperação com o Programa.

Outros professores do IFES de cidades vizinhas a São Mateus-ES como Nova Venécia, Linhares e Aracruz cursaram mestrado no programa em energia. Estes egressos desenvolveram trabalhos na linha de pesquisa eficiência energética, cujos temas de pesquisa estão relacionados as áreas de engenharia e tecnologia.

ATUAÇÃO NA INDUSTRIA

Do total de egressos, 25% atuam na indústria. Aqui é apresentado 10 (dez) exemplos de atuação bem sucedidas de egressos em empresas localizadas no Estado do Espírito Santo e no sul da Bahia:
-um ex-aluno está na BRAMETAL-SA em Linhares-Es;
-uma ex-aluna na Órion Fertilizante (Aracruz - ES);
-um ex-aluno como Intern of Chemical Recovery and Utilities na Suzano Papel e Celulose (Mucuri - BA);
-uma ex-aluna como Encarregada de Laboratório na ALCON-Companhia de Álcool de Conceição da Barra (Conceição da Barra-ES);
-um ex-aluno na TEMBICI (Vila Velha - ES);
-uma ex-aluna na PETROBRAS;
-dois ex-alunos em outras empresas do ramo de petróleo;
- uma ex-aluna na Companhia Vale (Vitória-ES), e
- uma ex-aluna é assistente administrativa na Liquigás S.A. (Barra de São Francisco-ES)

COMPLEMENTAÇÃO DA FORMAÇÃO ACADÊMICA

Em geral nossos alunos não encontram dificuldades de aprovação nos processos seletivos dos programas de doutorado das melhores universidades do país.
No período de 2015 a 2019, do total de egressos, 30% foram aprovados em processos seletivos para doutorado na UFSCar, UFRJ, UFPR e UFES.

É apresentada aqui a lista de alunos e seus respectivos cursos de DOUTORADO em andamento e concluídos.

ENGENHARIA AMBIENTAL / UFES
Pedro Junior Zucatelli início 2017
Pâmela Rossoni Lima início 2020

ENGENHARIA MECÂNICA / UFES
Fábio Soares Loyola início 2019
Lucas Henrique Pagoto Deoclecio início 2019
Luila Abib Saidler Lima início 2020
Rodrigo Simões Maciel início 2020
Rodrigo Xavier de Almeida Leão início 2019
Rômulo Fieni Fejoli início 2018
Rafael de Paula Cosmo início 2019

ENGENHARIA ELÉTRICA / UFES
Adan Lucio Pereira início 2016
Adriano Fazolo Nardoto início 2019
Fábio Ricardo de Oliveira Bento inicio 2018
QUÍMICA / UFES
Patrícia Figueirêdo Santos Pimenta início 2017

ENERGIA & SUSTENTABILIDADE / Unila
Rodrigo Mazolini Imberti início 2019

ENGENHARIA QUÍMICA / UFSCar
Kamilla Malverdi Barcelos início 2017
Vanessa Dal-Bó inicio 2017
Priscilla de Souza Almeida início 2017

ENGENHARIA MECÂNICA / UTFPR
Jomar José Knaip Ribeiro Iniciio 2018

ENGENHARIA AMBIENTAL / UERJ
Renato Rocha Batista início 2016

ENGENHARIA DE MATERIAIS E NANOTECNOLOGIA / Universidade Presbiteriana Mackenzie
Max Filipe Silva Gonçalves início 2016

ENGENHARIA QUÍMICA / UFRJ
Jonathan Ribeiro Martins Início 2020

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO (Defendeu em 2018)
Dayan de Castro Bissoli – concluído em 2018.
Atualmente é Professor do Adjunto no Departamento de Computação, do Centro de Ciências Exatas, Naturais e da Saúde da Universidade Federal do Espírito Santo

ENGENHARIA INDUSTRIAL / UFBA
Douglas Bitencourt Vidal - início 2018

REDE MINEIRA DE QUÍMICA / UFVJM
(Programa de Pós-Graduação Multicêntrico em Química de Minas Gerais - PPGMQ-MG)
Felipe Oliveira Souza- início 2018

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910